Séries

SÉRIE – OLHE PROFUNDAMENTE NOS MEUS OLHOS

Uma série para tocar seu coração…

Fonte: Internet
Fonte: Internet

Oi… OLHE PROFUNDAMENTE NOS MEUS OLHOS…Me chamo Nick, mas não faz  a menor diferença, isso nunca me trouxe dignidade.

Minha mãe vivia livre e feliz na floresta, certo dia, ela foi capturada e seus filhos deixados à própria sorte. Ela foi trazida pra este lugar horrível pra ter uma vida infernal. Foi ela quem me contou sobre um lugar chamado “natureza”. Falava que era mágico mas sempre chorava pelos filhos que lá deixou.

Aqui ela teve vários outros bebês como eu, mas, muitos lhe foram tomados no parto e ela nunca mais teve notícias. Eu tive o privilégio de conviver com ela, não podia vê-la, mas ao menos ouvir sua voz, já que ficávamos em jaulas vizinhas. Apesar de tanta dor e sofrimento, ela era dócil e amorosa. Minha mãezinha morreu há algum tempo por um câncer que lhe foi causado em um experimento.

Eu tenho 5 anos, desde o primeiro dia de minha vida fui vítima de violência. Não houve um dia sequer que eu não tenha sofrido. Há pouco, me levaram pra fazer uma cirurgia e introduziram esses parafusos no meu crânio, isso me causa dores dilacerantes que eu nem consigo explicar. Eu preferia morrer, mas eles me mantém vivo, minha morte causaria muitos prejuízos financeiros.

Certamente você pensa que aqui fazem experiências para cosméticos e remédios, não, muitas das pesquisas são para a indústria alimentícia. Conservantes, aditivos e corantes me causam profundo mal estar. Você também deve pensar que não há outra opção.

Olha, no passado não havia mesmo e eu não quero condenar as coisas do passado, mas hoje, existem alternativas sim, que poderiam evitar tanto sofrimento. A tecnologia desenvolvida, graças ao sacrifício de tantos animais e humanos, já pode substituir tudo isso. Já é hora de ganharmos a liberdade.

Sabe qual é o meu desejo, eu vou lhe dizer: — OLHE PROFUNDAMENTE NOS MEUS OLHOS, tire essa coisa horrível de minha cabeça, diminua a minha dor física, mesmo que minha dor emocional nunca possa ser curada. Eu não terei rancor algum… Me deixe conhecer uma árvore, sentir o cheiro da chuva e me banhar num lago, depois, me deixe em silêncio e sozinho pra que eu possa, ao menos, morrer em paz…” (Malga Di Paula)

—-.—-.—-.—-.—

Uma série para tocar seu coração…

Fonte: Internet
Fonte: Internet

OLHE PROFUNDAMENTE NOS MEUS OLHOS…. Oi, eu adoraria ter um nome, assim como seu animalzinho de estimação, mas, eu não tenho nem nunca terei… aliás, eu não tenho nada além deste número que colocaram na minha orelha logo depois da pior coisa que me aconteceu… NASCER. Sim, foi horrível nascer.

Na barriga da minha mamãe eu tinha conforto e sentia profundamente o amor dela, mas chegou a hora de nascer… eu estava feliz, iria finalmente ver minha mãe e receber um beijinho dela, mas, naquela hora, chegaram umas pessoas e não deixaram que nos tocássemos. Foi horrível… vi a imagem da mamãe ficando para trás, aos prantos, desesperada, trancada em uma “gaiola” de ferro, enquanto me levavam para longe dela…

Fui jogado aqui junto com vários outros bebês e agora estou com muita fome, enquanto estão roubando o meu “papá”, que será industrializado pra você consumir… Estou com medo, carente, preciso taaaaanto de um carinho 😢 mas sei que passarei por este planeta sem saber o que é isso.

Eu nasci macho, então, como não posso produzir leite, não sirvo pra continuar aqui… Enfim, eu terei apenas alguns meses de vida. Logo que eu crescer um pouquinho, me levarão para um matadouro… Sinto taaaanto medo dessa hora… eu serei morto com uma marretada na cabeça, arrancarão a minha pele para fazer uma bolsa pra você e o resto do meu corpo será esquartejado e vendido para pessoas ricas consumirem a minha carne que será chamada “vitela”.

Enfim.. esta será a minha história… e esta é a única oportunidade de contar a você, enquanto que, milhões de outros bebês como eu no mundo nem isso tem. Eu preferia não ter nascido, mas, minha mãe foi estuprada e eu acabei nascendo…

Desculpa se te deixo triste, mas minha tristeza é tão grande, minha dor tão dilacerante, que eu precisava dividir com alguém… Ah! antes de te dar adeus, queria apenas dizer que se eu tivesse a oportunidade de viver, eu daria muito amor para alguém, eu sou bom, não há nada de ruim em mim… eu cresceria, me alimentaria de plantas e seria feliz… Eu queria apenas viver e ser feliz, assim como você também quer. Agora ADEUS… (texto – Malga Di Paula)

—.—.—.—.—

Uma série para tocar seu coração…

Fonte: Internet
Fonte: Internet

OLHE PROFUNDAMENTE NOS MEUS OLHOS, sei que você pode sentir o meu sofrimento. Vou lhe contar o que aconteceu.

Há 9 meses eu não estava me sentindo bem, mas chegaram algumas pessoas e violaram o meu corpo. Eu fui estuprada com uma máquina, foi horrível e poucos dias depois percebi que eu iria ter um bebê. Apesar do trauma que sofri na violação do meu corpo, acabei ficando feliz com a nova vida que crescia dentro de mim… Eu senti tudo o que uma futura mamãe sente, meu filho se mexia dentro de mim e aquilo me enchia de uma profunda alegria. Eu mal podia esperar pra ver sua carinha e poder amamentá-lo. Eis que chegou o dia… o parto não foi fácil… senti muitas dores, mas tudo valia a pena para estar em breve com o meu filho.

Então ele nasceu, era macho, eu olhei pros olhinhos dele e me apaixonei imediatamente. Mas antes mesmo que eu pudesse tocá – lo, algumas pessoas o tiraram de mim… Eu estou aqui DESESPERADA, sem poder fazer nada… os humanos pensam que eu não sei, mas eu sinto, porque todas as mães sentem quando algo ruim vai acontecer com seu bebê.

Estou com uma dor horrível e estão manipulando o meu corpo… colocaram uma máquina que está sugando o alimento que meu filho deveria receber… OLHE PROFUNDAMENTE NOS MEUS OLHOS… Você não compactua com isso não é? Eu sei, mas a secreção que estão tirando do meu corpo agora, estará na sua mesa nos próximos dias e você e seu filho estarão se alimentando dela, enquanto isso, eu seguirei com esta dor terrível no meu coração, trancada em uma espécie de jaula, onde nem consigo girar o meu corpo… meu filho não receberá o alimento que a natureza produziu em mim, nem meu afago de mãe, sagrado para todos os seres.

Como ele é macho e não serve para “nada”, será sacrificado em breve e algumas pessoas vão se alimentar do seu corpo. Você consegue imaginar o tamanho da minha dor? OLHE PROFUNDIDADE NOS MEUS OLHOS… Você não gostaria que nada disso acontecesse não é? Eu sei, você é do bem… mas, sinto muito lhe informar, que mesmo sem intenção, você está ajudando a financiar toda a minha dor e o meu sofrimento…” (Malga Di Paula escreve o que dizem esses olhos 😢)

—-.—.—.—.—

Uma série pra tocar seu Coração

Fonte: Internet
Fonte: Internet

OLHE PROFUNDAMENTE NOS MEUS OLHOS… Você teria coragem de me matar?? Eu sei que não, porque você é uma pessoa boa e não deve ter lhe ocorrido, em momento algum, cometer uma crueldade dessas, mas logo, quando eu crescer só um pouquinho mais, você pagará a alguém pra fazê-lo por você… e eu, sem direito algum de me defender, sentirei naquela hora muuuuuito medo, estarei em pânico, sentirei muuuuita dor e certamente vou chorar 😢😢😢..

Sim, vou chorar até o último suspiro do meu corpo e será por várias razões: primeiro, porque eu estarei perdendo a minha preciosa vida e eu como você, não quero morrer. Segundo: porque você deixará de ser aquela pessoa tão boa como pensávamos que fosse e a terceira razão é porque o mundo que eu cheguei a acreditar ser um lugar legal, não fará nada, absolutamente nada pra mudar a minha história e a minha dor…. ” (Texto Malga Di Paula – Série OLHE PROFUNDAMENTE NOS MEUS OLHOS)